Wednesday, May 17, 2006

Entregue a vícios e crenças

Chocolates e guloseimas em geral. Pizzas e massas em geral. Em plena dieta. Apatia, sono, pensar demais e agir de menos, esperar que as coisas aconteçam sem minha interferência, ansiedade: sofrer por antecipação, deixar para amanhã, estacionar na "zona de conforto", hesitar o passo à frente, achar que tenho razão sempre, não dar o braço a torcer, desdenhar os argumentos dos outros, me sentir no direito de ser rude com o outro por não pensar como eu, prometer, me comprometer e não cumprir, falhar, me conformar com os resultados insatisfatórios...

Muitas são as vezes em que eu ajo e reajo de alguma dessas maneiras. A maioria ocorre de forma impensada, insconsciente, involuntária. E me trazem uma satisfação instantânea e passageira típica de quem escolhe o caminho mais curto.

Quando esqueço de fazer acontecer eu me torno uma vítima das circunstâncias. Eu percebo agora, e de uma vez por todas, que preciso assumir o controle de minha vida. Ninguém será capaz de fazer isso por mim, ninguém tem esse dever, muito menos esse direito, a não ser eu mesma.

Eu sei que posso ser melhor. E não me conformo em perceber que estou no caminho errado.

3 Comentário(s) para: Entregue a vícios e crenças

  • Só vc pode fazer algo:
    -naum calcule demais os riscos;
    -naum fique esperando as coisas acontecerem, seja parte importante e eficaz dos acontecimentos;
    -Leia os pergaminhos, naum os abandone !!!

    Um abraço e um grande 4 pra vc !!!

    Anonymous Eliezio, em 18/5/06 01:00  

  • Não se preocupe, isso é parte característica do ser humano, não é nenhum "privilégio" seu.

    Não adianta se programar com frases/atitudes feitas. No fim das, agimos com o coração e não com a razão. Seja menos dura consigo mesma. Pois só nos resta pensar no que já foi feito e tentar lidar, da melhor forma, com as conseqü1ências!

    Acabei ditando uma frase feita né? ô derrota! rs

    Viu? Não adianta, o inconsciente é quem manda... rs

    Beijão!

    Anonymous Anne, em 18/5/06 09:18  

  • Saudades!

    É assim mesmo... Acho que todo mundo passa por essa fase "no automático". É só se conscientizar e tomar as rédeas novamente...

    Bjos!

    Blogger Xelly, em 19/5/06 09:19  

Post a Comment

<< Voltar ao blog